porque eu sou awesome. muito.

Perfil

//mais sobre mim

Arquivo

//pesquisar
 
//Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


//comentários recentes
Também achei muita piada a esse video. :D
oh, ando a tentar falar com ele há uma semana (por...
Ps: e tu disseste?! ...
Boa Catarina =D
CLARO :D
chegaste a mascarar-te de gótica? *.*
tá bem Cê xD
só vais ver se fores passear connosco :c
oh, muito obrigada. :)
Oh maria! Sabes o qe é anonimato? xD é o qe qero m...
//arquivos
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO


Universidade de Aveiro

Posts

Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Se eu soubesse, nunca te tinha deixado fugir.

Tinha cravado as minhas unhas na tua pele, agarrado o teu cabelo claro, e nunca te teria deixado ir.

 

Às vezes, era só isso que eu gostava de fazer. Gostava de agarrar as pessoas para sempre. Porque agora, tenho medo que as pessoas me deixem. Assusta-me saber que as nossas amizades não vão durar para a eternidade, que as nossas relações não vão durar para a eternidade, até as mais estranhas. Fico tão triste, tão deprimida, por pensar que um dia não vai haver Gil, não vai haver Bruno, não vai haver Císca, não vai haver Mary, não vai haver Astronauta, não vai haver Lara, não vai haver aquele grupo todo que me viu crescer, não vão existir amigos de infância, colegas de turma, nada.

 

Assusta-me saber que, a cada momento que passa, a linha que me liga ao Mouro é cada vez mais frágil, mais ténue. Que estou cada vez mais longe dele, e não é só distância. Oh well.

 

publicado por cathz às 22:24
sinto-me: .
música: cornerstone (arctic monkeys)